Paróquia

Santa Rosa de Lima

Mensagem do pároco › 30/10/2017

Palavra Amiga – Novembro

Ano Litúrgico: encerrando um ciclo para começar outro.

No dia 26 de Novembro, 34º Domingo do Tempo Comum, celebraremos a Festa de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo. Neste dia a Igreja dedica orações especiais por todos os fiéis leigos e leigos que atuam fervorosamente no seio e fora das comunidades, anunciando e testemunhando o Evangelho. Esse dia é também o último domingo do Ano Litúrgico A e já no domingo seguinte iniciamos um novo ano litúrgico, o Ano B, com o Advento.

A palavra “Advento” vem do latim “adventus” e significa “chegada”. Na tradição cristã católica o tempo do Advento é vivido na perspectiva da chegada do Filho de Deus, por isso trata-se do primeiro dos seis tempos que compõem o Ano Litúrgico (Tempo do Advento, Tempo do Natal, Tempo da Quaresma, Tríduo Pascal, Tempo Pascal e Tempo Comum). Para nós, os cristãos, é um tempo de preparação e alegria, de expectativa, tempo no qual os fiéis esperam o Nascimento de Jesus Cristo. Assim, para que a nossa alegria seja mais completa, o Tempo do Advento também é um convite ao arrependimento e à concretização de gestos solidários na vivência da paz e da fraternidade. Esse Tempo especial corresponde às quatro semanas que antecedem a celebração do Natal. Entre os símbolos do Advento, a coroa recebe grande destaque nas celebrações litúrgicas. Ela é feita de galhos verdes entrelaçados, formando um círculo, no qual são colocadas quatro grandes velas, representando as semanas do Advento. A coroa deve ser colocada em lugar de bastante visibilidade, geralmente fica próxima do altar. A cada domingo acende-se uma vela da coroa, no primeiro domingo, a celebração começa com a vela apagada, a coroa está sem luz, sem brilho, mas ainda no início da missa a primeira vela é acesa, como que dizendo que é hora de despertar para um grande acontecimento. No Segundo Domingo, acende-se a segunda e assim sucessivamente, até que as quatro velas fiquem acesas no Quarto Domingo do Advento. A luz nascente e crescente indica a proximidade do natal, quando Jesus Cristo, nosso Salvador é chamado de Luz do Mundo, que brilha pata toda a humanidade. As velas (luzes) acesas também representam nossa fé e nossa alegria pelo Deus que vem. A primeira vela lembra o perdão concedido a Adão e Eva, a segunda vela simboliza a fé de Abraão e dos outros Patriarcas, a terceira vela lembra a alegria do rei Davi que recebeu de Deus a promessa de uma aliança eterna e a quarta vela recorda os profetas que anunciaram a chegada do Salvador.

Na esperança de vivermos na luz do Cristo que vem, irmãos e irmãs, convido todos a acompanhar a riqueza espiritual do Tempo do Advento, com a realização da Novena do Advento, cujo material pode ser adquirido na secretaria paroquial. Que a luz do Senhor permaneça sobre todos vocês.

Pe. Sergio Lucas

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *