Paróquia

Santa Rosa de Lima

Mensagem do pároco › 02/03/2018

Palavra amiga – Março

Os cristãos rumo à Páscoa

Estimados paroquianos, nós cristãos consideramos que a Igreja nasce da Páscoa de Cristo. Todos somos convidados a participar da vida nova do Cristo Ressuscitado, morrendo para o pecado e todas as suas manifestações e consequências, e vivendo desde já como comunidade de ressuscitados. Esta é a missão da Igreja: testemunhar a nova criação que Deus iniciou no mundo, ressuscitando Jesus Cristo.

A cada domingo nos reunimos para celebrar, portanto, a Páscoa. Entretanto, desde os primeiros séculos do cristianismo, o povo de Deus gosta de intensificar esta celebração uma vez por ano. É durante o tempo da Quaresma que nos preparamos para a celebração desse grande sacramento. Este ano, durante o mês de março celebraremos o terceiro, quarto e quinto domingo da Quaresma e, no último domingo, faremos memória festiva da entrada de Jesus em Jerusalém e a missa do Domingo da Paixão, mais conhecido como Domingo de Ramos, que tem esse duplo aspecto, dando à celebração um caráter de antecipação figurada da Páscoa. Como acontece todos os anos, no Domingo de Ramos faremos a coleta dos envelopes da Campanha da Fraternidade, cuja arrecadação é destinada a obras sociais relativas ao propósito da campanha: a superação da violência.

A última semana de março será a Semana Santa, na qual teremos dois dias dedicados ao sacramento da Reconciliação: a segunda e a terça, e a partir da quinta-feira iniciamos o Tríduo Pascal. Nesses três dias celebramos a Ceia do Senhor na quinta, a Morte do Senhor na Sexta-Feira da Paixão e no Sábado, a Vigília Pascal. Toda a liturgia nos conduz a um mergulho extremamente rico na espiritualidade cristã. Os mistérios da nossa fé são celebrados com muita devoção, num movimento que se inicia no Domingo de Ramos, passa pelo reconhecimento das fraquezas humanas, recorda a instituição do Sublime Sacramento (Eucaristia) e o sofrimento de Jesus para atingir a vitória gloriosa sobre a morte.

Que possamos, num esforço consciente, fazer das nossas celebrações momentos imprescindíveis da vivência da fé, amando, adorando e glorificando o Cristo Senhor!

 

Pe. Sergio Lucas

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *