Paróquia

Santa Rosa de Lima

Aconteceu na paróquia › 17/05/2016

Uma vida de amor e fé

jorgeesumiko

Bodas de Diamante: Jorge e Sumiko kayano

Peço permissão à comunidade para dirigir algumas palavras à família Kawano, neste dia em que esses nossos irmãos e irmãs se reúnem para celebrar o amor do casal Jorge e Sumiko que há 60 anos recebeu o sacramento do matrimônio, dando origem a uma exemplar família cristã.

Seu Jorge e Dona Sumiko, ainda jovem souberam administrar a vida conjugal com a vida de fé, buscando na comunidade religiosa a referência necessária na construção de valores autênticos que foram acrescentados à educação dos filhos: Eduardo, Carlos, Mariana, Nelson e Eliana.

Amigos próximos do Fr. Vicente de Andrade Peluso, dominicano, fundador desta Paróquia dedicada ao patrocínio de Santa Rosa de Lima, Jorge e Sumiko decidiram que os filhos teriam educação em escola católica e aqui, no extinto Colégio Santa Rosa, que funcionava do lado direito da nossa estrutura paroquial de hoje. Como tantos que estão em nosso bairro há muitos anos, Jorge e Sumiko não restringiram a relação com a fé apenas por meio da escola, eles se engajaram na comunidade.

Ao longo de mais de 40 anos, eles participam da Paróquia Santa Rosa de Lima. Faço questão de usar o verbo no presente e não no passado, porque eles estão aqui conosco e continuam acompanhando e participando, nas condições possíveis atuais, da nossa comunidade. Durante muitos anos, essa participação foi intensa, expressa em muitos dias e horas de dedicação ao crescimento da Paróquia Santa Rosa de Lima.

Entre os membros da comunidade, como agentes ativos, além do trabalho exaustivo, reconhecemos também o dom de saber lidar com as pessoas. Nem sempre assumir e coordenar atividades dentro de uma paróquia é um trabalho fácil, mas eles souberam fazer isso com destreza, maestria e simpatia, não deixando que as dificuldades impossibilitassem o testemunho cristão de comprometimento com a comunidade.

Ora, há pessoas que constroem seu nome numa grande empresa. Depois de muitos anos de trabalho e, depois que se aposentam, permanecem como um marco, um exemplo. Da mesma forma, uma respeitável instituição de ensino, mantém a memória dos acadêmicos ilustres que dedicaram seus anos à pesquisa e a docência que beneficiam às novas gerações. Jorge e Sumiko, além da atuação natural em outros meios sociais, conseguiram construir uma memória indelével nesta comunidade paroquial dedicada a Santa Rosa de Lima. Em qualquer momento, que alguém, por simples curiosidade que seja, buscar informações históricas da nossa Paróquia, e se realizar uma busca um pouco cuidadosa, vai se deparar com esse casal, que está aqui na nossa frente.

Com sentimentos intensos e poucas palavras os irmãos e irmãs da comunidade expressam a relação e admiração pelo casal Jorge e Sumiko:

– “Nunca vi (ouvi) o grito da D. Sumiko”

– Ela, às vezes, dava sopa na boca dos assistidos, aqui na Paróquia”

– “Quando ela dava algo a alguém, fazia um sinal com o dedo, para que não se comentasse, falasse nada”

– “Nossa! Era no sopão, na evangelização que acontecia no momento de entrega da cesta básica, no lanche comunitário. Participava de tudo”

– “Era da Equipe de Festas com a Virgínia e a __________. Saía para comprar tudo, sabia o que precisava e tinha precisão no que comprava.”

Jorge e Sumiko, seus amigos de Santa Rosa são fruto dos longos anos de dedicação à nossa Paróquia. Eles hoje elevam a Deus um louvor de gratidão pela vida de vocês, pelo que atualmente desfrutamos como resultado do esforço de vocês.

Desde que aqui cheguei, há pouco mais de dois anos, percebi quase que imediatamente a importância de vocês nesta comunidade, o que pude comprovar ao longo dos meses seguintes e continuo comprovando. Por um momento, cheguei até mesmo a lamentar não tê-los conhecidos há mais tempo, mas depois percebi que esse era um pensamento egoísta, pois outras pessoas tiveram esse privilégio. Entre tantas, o Pe. Romano, o Pe. Luiz Alvez, já falecido, Pe. Assis, meu antecessor, o Pe. Bartolomeu e eu que, neste momento, tenho imensa satisfação de poder estar com vocês, reconhecendo no testemunho de vida de vocês uma verdadeira ação do Espírito Santo, que hoje celebramos com a Festa de Pentecostes.

Jorge Atsushi Kayano & Sumiko Emura Kayano
12 de Maio de 1956 – Igreja Matriz de Santana – Mogi das Cruzes
Eduardo e Liz: Lenise e Leonardo
Carlos e Leda: Gabriel e Daniel
Mariana e Savério: Arthur
Nelson e Letícia: Sofia
Eliana
Bodas de Prata, Ouro e Diamante: Paróquia Santa Rosa de Lima

Por último, digo que esta singela expressão de gratidão não teve como fonte um registro formal, senão o ouvido atento às palavras de ecoam em nosso meio, ao longo dos últimos anos. É apenas um registro do poder da tradição oral que reconhece a vida desse casal cristão como modelo para todos nós.

Por você, Jorge, por você Sumiko, pela dedicação e vida de vocês, Deus seja sempre louvado!

Pe. Sérgio Lucas – Pároco
14 de Maio de 2014

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *