Paróquia

Santa Rosa de Lima

Mensagem do pároco › 31/07/2019

Mensagem aos dizimistas – Agosto

Prezados dizimistas:

 

O mês de agosto nos chega na expectativa da festa da padroeira. O dia 23 é sempre muito especial para todos, pois recordamos o modelo de vida de Santa Rosa de Lima e buscamos no seu exemplo, inspiração para nossa vida de fé. Muitos devem conhecer e se lembrar de alguns fatos da história da Santa Rosa, nos quais se percebe alguma relação com aquilo que vivemos em nossos dias.

Algo que gostaria de destacar é que apesar da imagem com hábito religioso, ela não foi uma Santa de convento. Ela decidiu ser uma simples leiga, filiada à família dominicana, com a determinação de discípula de Cristo, num modelo de vida exemplar que nos faz refletir sobre a firmeza que devemos ter na adesão aos ensinamentos do Senhor. Santa Rosa de Lima é um exemplo de leiga que não poupou esforços para fazer da sua vida uma luz de Cristo no mundo. A pequena cela, construída nos fundos da casa da família, era o ambiente de refúgio espiritual, onde ela encontrava o silêncio desejado para intensos e constantes momentos de oração. Essa opção, no entanto, não era uma fuga qualquer do mundo, pois participava da vida da sua numerosa família, com humildade, paciência, conseguindo manter a serenidade, inclusive diante dos problemas financeiros que tinham. Além dos familiares, não tinha dificuldade de se relacionar com pessoas de sua idade, mais jovens ou mais velhas. Embora gostasse do recolhimento, do silêncio, sabia acolher a todos que dela se aproximavam. Sua sensibilidade para com os doentes e mais necessitados a impulsionaram à caridade. Em sua história encontram-se diversos casos de pessoas às quais se dedicou para ajudar, oferecendo cuidados à saúde física, psíquica e espiritual, compartilhando o pouco que tinha, fortalecendo a esperança e a confiança absoluta em Deus. Seu testemunho de vida fez com que algumas amigas, que procuravam seguir seu exemplo, fundassem um mosteiro em 1622, apenas cinco anos após sua morte, em 1617.

A vida da jovem Rosa de Lima nos mostra a força da fé e seu poder transformador. Num mundo tão marcado por fatos pesados que nos deixam estarrecidos, faz-se necessário recordar a vida de pessoas que, por amor a Deus e ao próximo, passaram por esta vida fazendo o bem. Que Santa Rosa interceda por todos nós!

 

 

 

Pe. Sergio Lucas e Pastoral do Dízimo.

Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *